Quarta 08 Nov de 2017

Rota Turística Via Orgânica recebe Prêmio Gestor Público

O Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa do RS esteve lotado na noite desta terça-feira, dia 7, para premiar os melhores projetos públicos dos municípios gaúchos inscritos na 16ª edição do Prêmio Gestor Público (PGP). O PGP é promovido, desde 2002, pela categoria dos auditores-fiscais da Receita Estadual do RS, através do Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Tributária do RS (Sindifisco-RS) e da Associação dos Fiscais de Tributos Estaduais do RS (Afisvec). Garibaldi recebeu o certificado de reconhecimento pela execução do projeto Rota Turística Via Orgânica.

Com o projeto Centro Integrado de Segurança Pública e Cidadania (CISPC), o município de Santa Cruz do Sul conquistou o troféu Prêmio Gestor Público Especial 2017, condecoração máxima do certame. O troféu destaque da 16ª edição do Prêmio Gestor Público, que tem como tema central “Segurança Pública: prefeitura atuante, comunidade segura”, ficou com o município serrano de Bento Gonçalves, que venceu com o projeto Multi Segurança Bento. A Administração Tributária, área essencial ao funcionamento do Estado e dos municípios, também foi destacada com o troféu Prêmio Gestor Público Administração Tributária, conquistado pelo projeto Atitude Cidadã, do município de Farroupilha.

Recepcionando os convidados, após as apresentações do projeto Revivendo a História através da música, do município de Três Arroios, e do show de Os cinquentões, o presidente do Sindifisco-RS, Celso Malhani, saudou a presença das autoridades municipais, estaduais e representativas. “Temos a certeza de que hoje, pela natureza do trabalho liderado por nossos prefeitos, todos os gaúchos são vencedores”, comemorou Malhani. A liderança também ressaltou a qualidade dos projetos que concorreram nesta edição, destacando a criatividade empregada em função dos escassos recursos públicos disponíveis nos municípios. O presidente do Sindicato enfatizou ainda a coragem dos gestores municipais que aceitaram submeter seus projetos à rigorosa avaliação dos auditores-fiscais da Receita Estadual, que participam do processo de forma voluntária. “Esses gestores demonstram inequívoco comprometimento com as suas comunidades”, declarou.

Abel Ferreira, presidente da Afisvec, deu as boas-vindas aos presentes e falou sobre a trajetória do PGP, que iniciou em 2002. “Nesses anos de atuação, o Prêmio Gestor Público constatou a qualidade do trabalho desses gestores municipais que realizam seus projetos com muita qualidade e dedicação”, testemunhou o presidente da Associação dos auditores-fiscais.

O deputado estadual Edegar Pretto, presidente da Assembleia Legislativa, falou da importância de sediar a cerimônia de premiação do PGP. “O Prêmio Gestor Público destaca os que fazem muito com pouco, e isso dignifica essa casa”, afirmou. Pretto parabenizou os vencedores pela coragem de colocar seus projetos para avaliação. “A Assembleia, certamente, pele dignidade desse prêmio, continuará, por muitos e muitos anos, sendo parceira do Prêmio Gestor Público”, finalizou.

O coordenador do PGP, auditor-fiscal Altemir Feltrin da Silva, vice-presidente do Sindifisco-RS, comemorou o sucesso da edição. “São muitas horas de dedicação e milhares de quilômetros rodados pelo Rio Grande do Sul. É um intenso ano de trabalho, mas o resultado compensa e é muito animador para a nossa categoria poder conhecer, avaliar e premiar projetos que resultam em muitos benefícios para as comunidades gaúchas” afirmou o coordenador do Prêmio Gestor Público.

O prefeito de Garibaldi, Antonio Cettolin falou em nome de um dos grupos de agraciados e parabenizou os organizadores pela iniciativa do prêmio que proporciona aos gestores e suas equipes, a oportunidade de mostrar os projetos que estão melhorando as comunidades. “Para os prefeitos receber este reconhecimento é muito gratificante, sabemos que cabe ao gestor superar a crise, inovar e desenvolver ações que proporcionem melhor qualidade de vida e essa é nossa busca diária. Com gestos de coragem e buscando elevar a autoestima dos nossos moradores, apresentar nossos projetos, e ainda ser contemplado, é uma satisfação muito grande” concluiu.

Participaram da premiação o prefeito Antonio Cettolin, a secretária de Educação, Simone Cristina Rosanelli Chies, o Secretário de Turismo e Cultura, Paulo Salvi e a turismóloga Melina Casagrande.

Sobre o Prêmio, realizadores e apoios

O Prêmio Gestor Público foi criado em 2002 com a finalidade avaliar e dar reconhecimento público aos melhores projetos das administrações públicas municipais do Rio Grande do Sul. A iniciativa é da categoria dos Auditores-Fiscais da Receita Estadual do RS, representados pelo Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Tributária do RS (Sindifisco-RS) e pela Associação dos Fiscais de Tributos Estaduais do RS (Afisvec). A iniciativa conta com o patrocínio do Banrisul, participação especial da Assembleia Legislativa do RS e apoios da Associação Riograndense de Imprensa (Ari), Fundação Piratini – TVE, FM Cultura, Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade (PGQP), Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado (Fecomércio RS) – Sesc, Senac, Associação dos Juízes do RS (Ajuris), Fundação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) e Secretaria Estadual da Fazenda do RS.

Banco de Projetos

Os 876 projetos vencedores de todas as edições do Prêmio Gestor Público podem ser acessados no Banco de Projetos do PGP através do site premiogestorpublico.org.br/bancodeprojetos. No sistema, também é possível consultar as premiações que cada município recebeu desde 2002, ano de início do Prêmio Gestor Público.

Sobre o projeto contemplado:

Em tempos de complexidade tecnológica, de gigantescos impactos ambientais, de esgotamento dos recursos naturais e de centenas de consequências decorrentes do consumo de agrotóxicos na alimentação, ocorre um movimento mundial contrário a isso, com pessoas buscando modos de vida mais próximo da natureza, simples, prazeroso, saudável e mais humano. Assim, surgiu a iniciativa de criar uma rota turística voltada a esse público, cada vez mais crescente. Pessoas alinhadas com mudanças alimentares, consumo consciente, preservação e responsabilidade socioambiental, bem-estar físico e emocional, ou simplesmente pelo prazer de conhecer belos lugares e pessoas acolhedoras.

Esta é a concepção da Via Orgânica, a mais recente rota turística de Garibaldi. A formatação, pioneira no Brasil, foi planejada e desenvolvida dentro de técnicas próprias do segmento turístico e, principalmente, baseada em práticas sustentáveis: socialmente justas, economicamente viáveis e ambientalmente corretas.

Garibaldi, por meio da Via Orgânica, busca realizar um turismo sustentável, isto é, que abrange o meio ambiente, as pessoas e o sistema econômico.

Integram a Via Orgânica dez estabelecimentos, elencados a seguir, e que funcionam sob agendamento:

· Arte da Vinha. Produção de vinhos naturais por meio de métodos de vinificação ancestral. Cooperativa Vinícola Garibaldi. Presente na lista dos cem melhores vinhos do mundo, a Cooperativa aposta na produção orgânica, com suco de uva e vinho.

· Econatura. Produz suco de uva, vinagres de vinho tinto, balsâmico e balsâmico envelhecido, óleo de semente de uva, farinha da semente e da casca de uva, todos orgânicos.

· Família Boroto. A família dedica-se à elaboração de espumante orgânico e a produção de chocolates artesanais.

· Família Mariani. Compartilhando conhecimentos de agroecologia, a família mostra as videiras centenárias, a produção orgânica e a agroindústria.

· Morro São Francisco. O visitante pode experimentar um café colonial ao ar livre: pão de forno, geleias, sucos, sobremesas e outras delícias - tudo preparado pelas mãos da família.

· Sabor Ecológico. Loja especializada em produtos naturais e orgânicos. Muitos dos alimentos são cultivados pelos proprietários.

· Sítio Crescer. Possui Hostel (hospedagem compartilhada), em uma construção sustentável. Oferece local para eventos, sitiotur entre cascatas com educação ambiental e espaços para espiritualidade;

· Sítio do Celo. Com uma paisagem silvestre, o local possui diversas plantas nativas e frutas exóticas. Há presença de animais de raça pouco conhecida, como as ovelhas Santa Inês.

· Valle Rustico. Com conceitos de enogastronomia e ecogastronomia trabalhados pelo chef Rodrigo Bellora, a refeição é preparada para se apreciar em etapas.

1 / 10

CALENDÁRIO DE EVENTOS

VER TODOS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


  • quarta
    20
    Mar

    Garibaldi Vintage abre programação do Outono das Cores (...)

    O outono chega nesta quarta-feira, 20 de março, e diversas atrações podem ser conferidas na programação que segue até 20 (...)

    Leia Mais...
    terça
    19
    Mar

    Clube de Leitura apresenta obra de Nora Roberts (...)

    O livro O Tesouro Secreto, de Nora Roberts, é o tema do encontro do Clube de Leitura que será realizado em Garibaldi (...)

    Leia Mais...
    terça
    19
    Mar

    Trajes oficiais das soberanas da Fenachamp 2019 serão (...)

    O centro histórico da cidade servirá de palco para a apresentação dos trajes oficiais das soberanas da Fenachamp 2019. O (...)

    Leia Mais...
Voltar ao topo